Quem está no controle das suas emoções?

E aí tudo bem? Em nosso Mindset Digital de hoje quero lhe fazer uma outra pergunta: Quem está no controle das suas emoções?

No decorrer de cada dia, ou seja, todo os dias, há uma imensa oscilação em nossas emoções. Em fração de segundos mesmo que estejamos tomados por pensamentos otimistas podemos acabar envolvidos por pensamentos pessimistas, negativos e receosos. Gerando impactos tanto no nosso psicológico como em nosso físico.

Certamente você já recebeu alguma notícia negativa e de repente dependendo da gravidade mesma ela fez com seu coração disparasse. Bom eu já tive essa experiência é algo inevitável o coração quase sai pela boca.
Essas emoções têm origens tanto por estímulos internos, como externos. Você pode estar fazendo uma caminhada tranquilo e repentinamente pode vir uma lembrança em sua mente de fracasso ou de algum conflito e causar uma sensação interna de desânimo ou ira. Da mesma forma, também pode estar em momento um tanto quanto desanimado e vir uma sensação de bem-estar ou de otimismo que lhe fará reagir positivamente diante daquele momento angustiante que se encontrava.

Todavia, há mudanças externas também que geram impacto em seu estado emocional. Por exemplo: você já abriu a caixa do correio e de repente abriu aquela carta e era uma notificação de uma dívida e aquilo te gerou um estado terrível de impotência em suas emoções? Quem já passou por essa desconcertante realidade sabe do que estou falando.

Mas o objetivo dessa reflexão hoje é lhe mostrar que é possível controlar estas emoções e direcioná-las de uma maneira tal que você consiga extrair vantagens das mesmas. Conseguindo esta proeza, te afirmo, será de muita utilidade para você.

Como falamos em outros vídeos sobre autoconfiança, essas emoções podem influenciar tanto positivamente como negativamente. Podem fortalecer ou abalar nossa autoconfiança e por isso precisamos manter esse controle da melhor forma possível.

Imagine você depois de estudar muito tem que se apresentar diante dos seus mestres, colegas e quem sabe até familiares para defender seu TCC. Ou diante de um empresário bem-sucedido para uma entrevista de emprego, eu falo daquele emprego dos sonhos. E por questão de minutos ou até mesmo segundos dependendo das emoções que predominam em seu interior poderão lhe gerar recompensas ou perdas por dias, meses ou quem sabe anos de trabalho duro.

Claro que quando passamos por estes desafios da vida, a última coisa que desejamos é que nossas emoções sejam negativas e venham prejudicar nossa performance, tanto intelectual, quanto física.

Aí então você pode estar se perguntando: “Então como posso controlar as minhas emoções a meu favor?”

A nossa mente cria constantemente associações entre determinado estímulos, de origem externas ou internas. As repetições destas associações vão se tornando automáticas influenciando diretamente em nossos padrões de comportamento. Ou seja, você aprendeu que vermelho era “pare”, amarelo “atenção” e verde “siga”. Mesmo que não haja as palavras escritas no semáforo quando acende a luz vermelha automaticamente você já tem absoluta certeza que é hora de parar. Isso ocorre semelhantemente com nossas reações emocionais.

Há alguns anos atrás, eu tinha o estúpido achismo que alguns problemas emocionais eram frescura de quem os diziam tê-los, até que após uma empresa me gerar muitos prejuízos me fez ter um ataque de pânico. E como eu entrava em pânico? Quando o telefone tocava, meu coração disparava e me dava um suador e eu ficava desesperado, mesmo sem saber se a ligação era para mim ou não. Porque isso acontecia? Devido ao fato da maioria das notícias ruins que recebi naquele momento complicado da minha vida vieram via ligação telefônica. E fiquei cerca de quase um ano sem celular, até que consegui ter o controle das minhas emoções e isso não me prejudicou mais.

Há associações que podem nos limitar ao ponto de não querer ouvir um telefone tocar, como também há aquelas positivas que tem o poder de nos encorajar diante dos desafios da vida.

Quando eu era menino, havia um barranco íngreme próximo da minha casa, ele tinha cerca de uns 7 metros de altura e a galera das bikes iam para lá se aventurar e desce-lo em alta velocidade.

Eu fui lá várias vezes, ele era dividido em três parte uma menor, uma média e a descida maior “radical”. As duas primeiras foram fáceis vencer, mas aquele maior se tornou um desafio gigante para mim. Dormi algumas noites pensando, meu Deus eu preciso descer lá ou vou ser considerado um medroso.

Até que chegou um dia, eu disse para mim mesmo: “se eles podem e conseguem, eu posso e consigo”. Então fui para lá sozinho, pois pensei se eu cair ninguém vai ver e zombar de mim. E então desci e venci aquele gigante e depois fazia isso várias vezes ao dia sem nenhum medo mais. E o pior é que teve alguns meninos que nunca tiveram coragem de enfrentar aquela perigosa decida.

Onde quero chegar com isso? Que assim como notícias ruins me limitou a ter posse de um celular, como um pensamento positivo e cheio de coragem me fez vencer um desafio radical que depois me encheu de coragem e nunca mais o vi como gigante. Perceba que, o toque do telefone estava associado a problemas, e a vitória sobre o barranco me fazia enxergá-lo pequeno sempre que tinha que enfrentá-lo novamente.

Uma das formas de controlar nossas emoções é transferir estados emocionais positivos vivenciados por determinadas situações passadas para situações presentes. Claro que existem exercícios mais poderosos que este, mas um que você pode usar é a técnica de que ao necessitar de determinados estados emocionais mais positivos, você venha reviver mentalmente situações onde naquele momento você sentiu fortemente as emoções que precisava para executar tal desafio.

Na sua próxima entrevista de emprego lembre-se de uma situação vitoriosa e reavive a sua autoconfiança. Seja o senhor das suas emoções!!!

Esse foi mais um Mindset Digital, gostou? Colabore com o seu like e ajude esse vídeo a alcançar mais pessoas. Aproveite e já ative o sininho das notificações. Siga-nos em nossas redes sociais. Lembrou de alguma pessoa enquanto você me acompanhava, envie esse vídeo para ela e seja um agente do bem.

Obrigado pela sua atenção e até o nosso próximo MINDSET DIGITAL!!!

Caso deseje ver a versão em vídeo, acesse o vídeo abaixo!!!

Se você ainda não é inscrito em nosso canal, inscreva-se, ative o sininho das notificações e fique sempre por dentro das novidades.

Siga-nos em nossas redes sociais e cadastra-se em nossa Newsletter e receba conteúdos exclusivos.

Equipe Siga O Lucro

Junte-se aos EXPERTS do Empreendedorismo Digital

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.